Estuprador De Itabaí (Corgão) Foi Preso No Último Domingo (30/07/17)…

No início da semana passada, uma mulher de 40 anos, moradora do Distrito de Itabaí, esteve na Delegacia de Polícia de Macarani onde apresentou queixa contra o seu vizinho, o motorista de caminhãoWanderley Verdete da Silva (vulgo Derley).

Segundo a mulher, foi vítima de estupro praticado por Wanderley, que após a violência sexual sumiu do Distrito de Itabaí, onde o acusado e a vítima residem.

Encaminhada para exame de corpo de delito e constatada a violência sexual, foi expedido pelo Delegado de Polícia Dr. Marcelo Cavalcante, Mandado de Prisão contra Wanderley, que estava foragido.

Mas, a casa do estuprador caiu neste domingo (30/07), quando a Guarnição da Polícia Militar do pelotão de Macarani – composta pelo Sargento PM Marcão e o SD PM Washington, atendendo denúncia anônima, se deslocou até o Distrito de Itabaí, onde encontrou Wanderley Verdete, que estava escondido na casa da sua mãe e nem mesmo teve chance de reação ao receber voz de prisão.

Após ser preso, o acusado Wanderley foi apresentado na Delegacia Territorial de Macarani, onde se encontra a disposição da Justiça.

Entenda o Caso….

O dia 15 de julho de 2017 vai ficar marcado para sempre na vida de uma dona de casa de 40 anos, moradora da Rua Bela Vista, em Itabaí, distrito de Macarani.

Mas, vai ficar marcado pelos piores momentos vividos na madrugada, pela violência de um assalto, um estupro violento e um terror absoluto pela vida do seu filho menor de seis anos, que alheio à luta de sua mãe pela sobrevivência de ambos, dormia tranquilamente em seu quarto.

E após o RGBAHIA, anunciar na segunda-feira (31/07), a prisão do principal suspeito de praticar tamanha violência, o motorista desempregado,Wanderley Verdete da Silva (Delei), preso no último domingo (30) pela Polícia Militar, (reveja a matéria clicando aqui:http://www.revistageralbahia.com.br/2017/07/ronda-policial-elemento-acusado-de.html#more ), a vítima decidiu procurar a nossa produção e contar a sua História de Terror.

“Era por volta de 01h30 da madrugada de sábado dia 15/07, quando ouvi um barulho no quintal da minha casa e me levantei para verificar o que era, e, quando cheguei à sala notei que a janela estava aberta e que tinha alguém estranho em casa.

Perguntei quem estava ali, e para minha surpresa e terror, alguém me agarrou por trás, colocou uma faca na minha garganta e começou a me perguntar onde estava o dinheiro, que eu entregasse logo porque sabia que eu tinha dinheiro guardado.”

“Eu com a faca na garganta e muito preocupada com o meu filho que estava dormindo, me encaminhei ao local onde sabia que estava o dinheiro das ofertas da Igreja da qual sou a tesoureira, peguei o que tinha e o entreguei, rogando a Deus que ele fosse embora. Ele me empurrou para o quintal e ainda pedindo desculpas de que estava fazendo aquilo porque precisava do dinheiro para comprar drogas, que não era por que ele queria, mas continuava com a faca em minha garganta e de repente disse que queria transar comigo, que era louco por mim.”

“Eu tentei resistir, me virei rapidamente e tentei tomar a faca, mas ele conseguiu me dominar novamente, disse que tinha outra arma pior que a faca e encostou um objeto pontudo e perfurante em minhas costas que acredito seja um punhal.

Novamente ele me empurrou para dentro de casa onde me agrediu com tapas no rosto, rasgou minhas roupas de dormir e consumou o ato sexual de maneira violenta e aterrorizante, e só depois disso saiu, dizendo que eu não contasse nada do que aconteceu para ninguém porque eu tinha um filho para criar.”

No dia seguinte domingo (16/07), a vítima contou apenas ao seu pai e a sua mãe sobre o assalto, mas ao irmão, o Vereador Jucilande de Jesus, ela contou toda a História de terror e na segunda-feira (17/07), numa atitude corajosa e sensata, compareceu à Delegacia de Polícia e prestou queixa, foi encaminhada para o exame de corpo de delito e neste domingo (30/07) Wanderlei foi preso na casa da sua mãe em Itabaí onde estava escondido numa confissão inegável de culpa.

Os internautas seguidores do RGBAHIA podem conferir na íntegra o áudio do depoimento de Joelma de Jesus Rocha ao nosso Editor Antonio Araujo, acessando link abaixo.

Wanderley Verdete, está preso na Delegacia de Polícia de Macarani, e a Polícia também pede a quem tenha sido vítima do mesmo que compareça para dar depoimento sobre o fato a fim de que esse psicopata sexual seja tirado de circulação do meio da sociedade. Não se cale, denuncie!

More Like This