Acusado De Matar Jovem Em Festa De Aniversário De Caatiba É Preso Pela Polícia Civil

O delegado Roberto Júnior, titular de Itapetinga e substituto de Caatiba, mostrou habilidade e, na noite desta quinta-feira (07), colocou na cadeia o acusado de ter matado a tiros o itapetinguense Valdenir Borges Santos, conhecido por Denir, de 29 anos de idade, e ter lesionado com um tiro na coluna o adolescente Mateus Sousa Borges, de 14 anos. Os crimes aconteceram na madrugada de domingo (03), em Caatiba, durante a festa de aniversário daquela cidade.

Odair Sousa da Silva, vulgo Dadai, de 18 anos (foto à esquerda), se apresentou ao delegado juntamente com uma advogada e negou que tivesse feito disparos contra Valdenir e Mateus. Mas, uma testemunha, que presenciou o crime, viu quando Dadai, de posse de uma pistola, atirou nas vítimas.

Assim, de imediato, o delegado representou pela prisão do acusado, visto que já havia a informação de que ele fugiria para São Paulo ainda na noite e tempos depois já estava de posse do mandado de prisão preventiva.

“A resposta positiva por parte da justiça criminal de Barra do Choça foi muito importante”, ressaltou Roberto Júnior, que não tinha mais dúvidas da participação de Odair nos crimes de homicídio e tentativa de homicídio.

ADOLESCENTE CORRE RISCO DE FICAR PARAPLÉGICO

A Polícia Civil de Caatiba apurou que Valdenir Borges Santos (imagem à direita) e seu primo Mateus, além de outros parentes, estavam na festa de aniversário da cidade. Eles acabaram se envolvendo numa briga que, aparentemente, tinha acabado sem nenhuma consequência grave. Só aparência.

Alguns dos envolvidos na briga eram amigos de Odair, que saiu da festa e foi em casa se armar com uma pistola calibre 380. Na volta, acabou se encontrando em uma praça com um parente de Valdenir e Mateus, que também estavam ali próximo.

Odair disparou várias vezes contra Valdenir e Mateus que conseguiram correr, mas acabaram alvejados pelas costas. Um tiro acertou Mateus na coluna. Três tiros acertaram Valdenir pelas costas.

Valdenir morreu ainda no local, enquanto Mateus foi socorrido para o Hospital de Base de Vitória da Conquista, sem sensibilidade nas pernas. De acordo com a família, o adolescente corre o risco de ficar paraplégico.

DIFICULDADE PARA CUMPRIR O MANDADO DE PRISÃO

O delegado Roberto Júnior e equipe tiveram dificuldade em cumprir o mandado de prisão contra Odair Sousa da Silva. Sabendo que ele se encontrava na casa de seu avô, os policiais civis rumaram para o local. Lá, uma tia de Odair tentou rasgar o mandado apresentado pelo delegado, ao tempo em que o acusado fugia pelos fundos da casa.

Pela atitude, a tia de Odair responderá a processo por obstrução do trabalho policial, sendo enquadrada nos crimes de favorecimento pessoal e resistência. Minutos depois, vendo que a tia estava na delegacia de Caatiba, podendo ser presa, Odair Sousa da Silva não teve outro jeito a não ser se apresentar e ficar preso.

O delegado Roberto Júnior deverá encaminhar o inquérito, concluído, na semana que vem para a justiça criminal de Barra do Choça.

Latest Post

All Categories

More Like This